GUIA DE MOTOS

Honda XL 125

A Honda lançou a XL 125S como uma versão de menor porte e mais básica da linha XL, visando atender o público iniciante nas motos de uso misto. O modelo ficou conhecido como “Xiselinha” e possuía o mesmo motor da 125 ML. O sucesso do produto foi grande também com a versão XL 125 Duty, que atendia a uma demanda do público frotista e também era utilizada no meio rural.

5 1

Recomendação

satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Leia as Avaliações

Ficha Técnica

  • Cilindrada: 124
  • Tipo de Motor: 4 tempos
  • Arrefecimento: Ar
  • Combustível: Gasolina
  • Potência Máxima: 12,5 cv a 8.250rpm
  • Torque Máximo: 1 kgf.m a 8.000 rpm
  • Transmissão: 5 velocidades
  • Injeção: Carburada
  • Suspensão dianteira: Telescópica
  • Partida: Pedal
  • Ajuste da suspensão dianteira:
  • Chassi: Aço
  • Suspensão traseira: Monoamortecedor
  • Peso (seco): 112
  • Peso em movimento: (MVOM)
  • Comprimento: 2069
  • Largura: 795
  • Altura: 1160
  • Altura do Banco: 836
  • Distância entre Eixos: 1336
  • Pneu Dianteiro: 2.75-21-PR
  • Pneu Traseiro: 4.1-18-4PR
  • Capacidade do tanque: 8
  • Ajuste da suspensão traseira:
  • Balança: Convencional

Motos Deste Modelo à Venda

VER TODAS De R$ 0,00 a R$ 0,00 entre 0 ofertas

Outras Versões

  • XL 125 Duty:   1991 / 1990 / 1989 / 1988 / 1987

  • XL 125 S:   1996 / 1995 / 1994 / 1993 / 1992

Todas as Avaliações Desta Moto

Recomendo

Prós: A XLinha é muito econômica, ótima para andar em carreadores! Pau pra toda obra. Não cheguei a fazer média de consumo, pois realmente gasta muito pouco.
Contras:Vibração excessiva. Dificuldade de achar peças ORIGINAIS devido ao ano (no caso da minha 1992). A suspensão traseira deveria ser mono, mas cumpre seu papel. Manutenção muito barata e fácil.
Avaliação
Avaliou Honda XL 125
eu recomendo!

Comentarios

pros

A XLinha é muito econômica, ótima para andar em carreadores! Pau pra toda obra. Não cheguei a fazer média de consumo, pois realmente gasta muito pouco.

contras

Vibração excessiva.
Dificuldade de achar peças ORIGINAIS devido ao ano (no caso da minha 1992).
A suspensão traseira deveria ser mono, mas cumpre seu papel.
Manutenção muito barata e fácil.

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Mais de um ano
  • Tipo de Uso: Utilitário (Trabalho)
  • Terreno Testado: Urbano, Terra, Estrada
  • Quilometragem: 30000
  • Manutenção: Fácil de encontrar
  • Custo de Mantenção: Baixo
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
Site Ramar Ventures

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.