GUIA DE MOTOS

Honda CBR 250R

A Honda CBR 250R entrou para o line-up da marca visando ser uma motocicleta de entrada na categoria Super Sport. A moto combinava o DNA da linha CBR, com atributos como a fácil manutenção, excelente dirigibilidade, tecnologia e bom custo/benefício. O modelo competia no interessante nicho onde estavam: a Kawasaki Ninja 250R, a Dafra Roadwin 250R e a Kasinski Comet GTR 250.

4 22

Recomendação

satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Leia as Avaliações

Ficha Técnica

  • Cilindrada: 249.4
  • Tipo de Motor: 4 tempos
  • Arrefecimento: Líquido
  • Combustível: Gasolina
  • Potência Máxima: 26.40 cv a 8500 rpm
  • Torque Máximo: 2.34 kgf.m a 7000 rpm
  • Transmissão: 6 marchas
  • Injeção: Eletrônica
  • Suspensão dianteira: Garfo telescópico, com 130 mm de curso
  • Partida: Elétrica
  • Ajuste da suspensão dianteira:
  • Chassi: Aço
  • Suspensão traseira: Monoamortecida, Pro-Link, de 104 mm de curso
  • Peso (seco): 154
  • Peso em movimento: (MVOM)
  • Comprimento: 2030
  • Largura: 709
  • Altura: 1127
  • Altura do Banco: 784
  • Distância entre Eixos: 1369
  • Pneu Dianteiro: 110/70-17M/C
  • Pneu Traseiro: 140/70-17M/C
  • Capacidade do tanque: 13
  • Ajuste da suspensão traseira: 5 estágios de ajuste
  • Balança: Convencional

Motos Deste Modelo à Venda

VER TODAS De R$ 11.700,00 a R$ 11.700,00 entre 1 oferta

Outras Versões

  • CBR 250R:   2015 / 2014 / 2013 / 2012

  • CBR 250R (ABS):   2015 / 2014 / 2013 / 2012

Todas as Avaliações Desta Moto

Não Recomendo

Prós: Design; Dirigibilidade; Consumo; Segurança; Modernidade do projeto.
Contras:Péssimo custo x benefício; Baixo desempenho; Manutenção cara; Suspensão e banco duro;

Recomendo

Prós: Excelente dirigibilidade, a moto praticamente se deita sozinha nas curvas. Muito econômica, surpreendeu á todos da minha familia, por ser uma moto 250cc, mais pesada e ter um sofware racing, que faz com que ela desenvolva mais velocidade. Motor resistente, não quebra. Manutenção barata, peças faceis de encontrar. Por ser uma 250cc monicilíndrica, na minha opinião ela anda MUITO. pois ja botei 174 nela e ainda tinha mais para dar. Não tem como fazer comparações com a Ninjinha e a comet, é claro. Afinal ambas são Bicilíndricas. E a CBR ainda é atrevida de conseguir acompanhar elas. A honda pensou em fazer uma esportiva para o dia-a-dia e que dê para se divertir nos finais de semana. Vejo algumas pessoas detonando a moto em comparação á ninja e comet, e principalmente, dando opiniões ridiculas dizendo que a moto não vale nada, apenas dando umas voltas. Isso NÃO existe. É ridiculo alguém querer avaliar uma moto dando uma ou duas voltas. Para mim estes comentários não valem de nada.
Contras:O banco, principalmente do carona é um pouco desconfortável, e o tanque é apenas de 13 litros.

Recomendo

Prós: Acabamento de altíssimo nível, deixa as concorrentes da mesma categoria no chinelo. Painel, comandos, qualidade da pintura, detalhes em geral, no mesmo nível de motos de categoria superior. Desempenho excelente para um motor de 250 cc, além de oferecer uma economia maior até do que motos de menor cilindrada. Com ela é fácil fazer 28 km/lt a 120 km/h na estrada. Motor liso, quase não vibra, principalmente em alta rotação, bom torque que facilita uso na cidade (não tem que ficar cambiando como na Ninja, que tem que fazer o motor gritar pra conseguir alguma resposta), além de uma velocidade final acima de 160 km/h que considero muito bom para o tamanho de seu motor. E dá pra levar uma acompanhante na garupa sem problemas. Além de linda, essa moto possui um farol espetacular, é melhor do que o do meu Gol G5. E o fato de ser monocilindríca não é problema, a futura Triumph 250 é mono, as KT 200 e 390 são mono, e a Kawasaki vai lançar uma Z 250 mono...isso mostra que esse tipo de motor pode ser top também, com certeza!
Contras:Poucas coisas merecem crítica nessa moto. A lanterna traseira podia ser led, os números do painel digital são meio pequenos, e os suportes das manetes não deveriam ter um ressalto pra encaixe de retrovisores (cobertos por um plástico). E a tampa de combustível podia ser articulada.

Recomendo

Prós: Econômica, baixo custo de manutenção, dentro do estilo oferece conforto, ótima de curvas .
Contras:Não encontrei defeitos até agora !

Recomendo

Prós: Começando pelo que se espera de uma pequena moto: Economia - Excelente neste sentido... comigo tem dado entre 28 e 33km/l dependendo da tocada. Sobre desempenho, é melhor que todas as 250 e 300 nacionais, e apresenta um comportamento bastante convincente à partir das 6000rpm (só não espere andar junto das bícilindricas de velocidade final). Esta moto permite viagens com tranquilidade dentro dos limites de velocidade das rodovias brasileiras - sem sustos - com reservas para ultrapassagens até os 150km/h, à partir disso progride lentamente. Sobre suspensões e comportamento do chassis é muito boa, transmitindo total confiança e neutralidade, mesmo andando rapidamente em curvas e asfalto ondulado. O conforto ao piloto é muito bom apesar do corpo levemente inclinado à frente, o banco é bom. Para o garupa o conforto é aceitável em percursos de até 150km. O acabamento dá moto é excelente e muito superior às motos brasileiras de mesma cilindrada (carenagens, comandos, qualidade de construção de chassis, etc).
Contras:Peças de reposição: São mais caras e difíceis de encontrar que as demais nacionais (leia-se Twister, Fazer, CB300, XRE, Tornado). O conforto urbano em calçamento de pedras e buracos fica prejudicada pela suspensão de configuração mais esportiva, apesar de (na minha opinião) ser mais confortável que a CB300 e Twister(antiga). Pena ter sido descontinuada pela Honda do Brasil.

Recomendo

Prós: Prezados leitores e apaixonados por motos, fico impressionado com tanta ignorância de alguns pouco comentários negativos sobre a CBR 250R, se pararmos para observar são de pessoas que “deram umas voltas” chega a ser estupides. Percebam que todos que já tiveram ou tem um CBR 250R é só elogios para a moto. Eu sou proprietário de uma a mais de um ano e estou muito satisfeito com ela, antes de compra-la estudei muito e pesquisei bastante. A Comet 250 e a Ninja 250 são motos excelentes, mas optei pela CBR 250R por ser uma moto que se adéqua perfeitamente ao que eu procurava, “uma moto estilosa (linda), econômica, segura, com ótimo desempenho no trânsito e de manutenção barata”. Vou ao trabalho e volto todos os dias com ela e chama muita atenção por onde quer que eu passe, nunca me deu problemas ao logo desses mais de 14mil km rodados com ela, sua manutenção é fácil e barata, sua dirigibilidade é muito agradável e segura (dar prazer em pilotar), permitindo manobras rápidas entre os carros, seu torque é excelente até em baixas rotações. Para quem quer andar todos os dias com uma moto linda com cara de “motão” sem gastar rios de dinheiro com manutenção e consumo de combustível das 500cc pra cima, essa é a moto! Diga-se de passagem nas viagens que faço coloco 160km/h com tranquilidade e canso de dar pau em CR-300, deixo Ninja 250 pra trás na arrancada, mas ela me ultrapassa de fina rsrsrsrs.
Contras:Não encontrei pontos negativos na moto que merecam ser evidenciados só é um pouco cara, mesmo agora em 2017, mas vale a pena cada centavo. A economia no combustível e na manutenção fazem a compensação.

Recomendo

Prós: Simplesmente um moto fantástica, quem tem uma certamente recomenda, o pessoalzinho ai que não recomenda , pode ver, só deram umas voltas. A moto cumpre tudo que promete. É claro que você não vai andar a 180 por hora, pra isso tem outros modelos. A moto é fácil de pilotar, econômica, venho trabalhar quase todo dia com ela, pega corredor com facilidade, fácil de manobrar, enfim, a moto é perfeita. Quem fala mal é porque não tem dinheiro pra comprar uma e ficou com inveja. rss Mes Passado fiz uma viagem de 1800 km, ainda não tinha andado tão longe, pensei que iria me cansar, mas que nada, cheguei inteiro. Como o guidão é um pouco mais alto que as super esportivas, a posição de pilotar não deixa você cansado.
Contras:Até agora não encontrei nada contra.

Recomendo

Prós: Bastante velocidade final, já bati os 177km/h. Estabilidade, excelente em curvas. Visual chamativo. Pilotagem esportiva. Freios. Muito boa em uso urbano, mas sua praia são as rodovias! Motor responde bem em retomadas, torque disponível.
Contras:Pneus originais pecam um pouco. Suspensão dura (por ser esportiva).

Não Recomendo

Prós: NADA
Contras:EU TENHO UMA CB 300 E ESSA CBR É UMA CB COM CARENAGEM QUALQUER BAIANO CONSEGUE FAZER ISSO ALE DISSO ELA TEM MAIS PESO E MENOS POTENCIA>>>> RSRRRRRRRRRRRRRSRSRSRSRRSRSRS

Não Recomendo

Prós: É uma CBR..- Pelo menos o Nome vem de uma linha super esportiva da Honda-. É lindinha -apesar da cor principal ser essa colorida com azul..- Adoraria ter uma ou mesmo pilotar de novo! Segue a ideia de que "Moto é Honda". -Com esse pensamento você compra uma moto 'Mais ou Menos' pagando o preço de uma moto muito mais satisfatória!
Contras:Não vale o que custa! -Quem compra, compra por desinformação.. Tem algum dinheiro e quer fazer um mimo a sí mesmo(ter uma CBR, ora! rs) ou não tem dó do seu dinheirinho! Se eu ganhasse uma, ficaria put* feliz :D .. Mas comprar uma 250 de estilo sport... Vou de 2 cilindros! O preço é equivalente mesmo. -> Ninja 250/300
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu não recomendo!

Comentarios

Como proprietário de CB 300 e ex-proprietário de outra, assim como 2 fazers e tb após exaustivos testes na ninjinha 250, eu não recomendo esta moto pois é muito cara pelo pouco q oferece. Noutros países é excelente opção para as pessoas leigas aprenderem a pilotar uma esportiva, pois neles há diferentes categorias de habilitação e os jovens não dispõem da possibilidade de comprar uma esportiva de verdade logo de cara. Aqui não é possível pagar 17 mil numa motinho de "brinquedo" para se dar esse luxo, uma CB 300 de 11.500 reais é muito mais negócio. Manutenção barata, mecânica já consagrada pelo mercado paralelo, torque bem maior e já disponível em baixa, no perímetro urbano a velha "cbosta" dá de relho, e na estrada a ninja 250 humilha custando 14 mil reais, isso mesmo, 14 mil! Desnecessário comparar com a ninja 300, superior em TUDO, a situação piorará no inverno, quando a 250 sair de linha e essa 300 cair para 17 mil reais... detalhe a ninja 300 é montada no brasil, a CBR é importada, ou seja, entre baixar de preço e parar sua importação, adivinhem o que a honda irá fazer? quem comprar, ficará com o mico na mão, enquanto a CB 300 R é cheque no bolso, revenda garantida igual CG 150. Ou seja, enquanto a honda não montar a CBR no brasil, eu não recomendo essa moto, é um mau negócio.

Quanto ao desempenho em estrada, ela passou um pouco mais de segurança que a CB 300 em altas velocidades, chegando facilmente a 140, 150. Não fui mais q isso pois a moto não era minha, acredito q forçando a mão e deitando feito superman na moto alcançaria os 160 com bastante dificuldade, coisa q nem nas ninjas mais velhas acontece, a 150 o motorzinho monocilíndrico já vibra bastante, a 160 constantes a durabilidade dele, sei não hein? Moto pequena não é feita pra rodar no limite, por isso mesmo a ninja HUMILHA nesse aspecto.

Então é isso pessoal, moto pra cidade é a veterana cb 300, moto pra estrada é a ninja. A CBR vai ter q baixar de preço para se tornar uma opção viável. Boazinha ela é sim, mas pagar 17 mil numa motinho q peida igual uma cb 300, definitivamente não é uma boa idéia.

pros

Design;
Dirigibilidade;
Consumo;
Segurança;
Modernidade do projeto.

contras

Péssimo custo x benefício;
Baixo desempenho;
Manutenção cara;
Suspensão e banco duro;

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Dei umas voltas
  • Tipo de Uso: Lazer
  • Terreno Testado: Estrada
  • Quilometragem: 0
  • Manutenção:
  • Custo de Mantenção:
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu recomendo!

Comentarios

pros

Excelente dirigibilidade, a moto praticamente se deita sozinha nas curvas. Muito econômica, surpreendeu á todos da minha familia, por ser uma moto 250cc, mais pesada e ter um sofware racing, que faz com que ela desenvolva mais velocidade. Motor resistente, não quebra. Manutenção barata, peças faceis de encontrar. Por ser uma 250cc monicilíndrica, na minha opinião ela anda MUITO. pois ja botei 174 nela e ainda tinha mais para dar. Não tem como fazer comparações com a Ninjinha e a comet, é claro. Afinal ambas são Bicilíndricas. E a CBR ainda é atrevida de conseguir acompanhar elas. A honda pensou em fazer uma esportiva para o dia-a-dia e que dê para se divertir nos finais de semana. Vejo algumas pessoas detonando a moto em comparação á ninja e comet, e principalmente, dando opiniões ridiculas dizendo que a moto não vale nada, apenas dando umas voltas. Isso NÃO existe. É ridiculo alguém querer avaliar uma moto dando uma ou duas voltas. Para mim estes comentários não valem de nada.

contras

O banco, principalmente do carona é um pouco desconfortável, e o tanque é apenas de 13 litros.

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Mais de um ano
  • Tipo de Uso: Meio de Transporte
  • Terreno Testado: Urbano, Terra, Estrada, Pista
  • Quilometragem: 10
  • Manutenção: Fácil de encontrar
  • Custo de Mantenção: Normal
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu recomendo!

Comentarios

Como motociclista há mais de 25 anos, não me influencio por gente que fala que tal marca é uma porcaria, ou que determinada moto é um lixo. Isso é papo de quem não sabe nada de motocicleta. A CBR é uma moto que foi muito atacada porque chegou depois que o mercado já havia assimilado outros modelos, como Ninja e Comet. Ou seja: terreno minado. E muita gente criticou o fato da moto ter moto monocilíndrico, mas nenhum dos críticos foi verificar que esse é um motor 100% novo (o da Ninja é da década de 90; o da Comet é um pouco mais antigo, só foram atualizados). O motor da CBR tem 17 patentes diferentes da Honda, sendo pioneiro em muitos aspectos, tanto é que enfrenta motores bicilindricos e vence no torque, na retomada e na facilidade de uso, além de garantir uma excelente economia. É uma moto muito agradável de pilotar, ágil, rápida e segura. Sou fã da CBR 250 e, com relação à velocidade final, se for pra eu andar a 180 km/h, oras, compro uma moto maior. Recomendo!

pros

Acabamento de altíssimo nível, deixa as concorrentes da mesma categoria no chinelo. Painel, comandos, qualidade da pintura, detalhes em geral, no mesmo nível de motos de categoria superior. Desempenho excelente para um motor de 250 cc, além de oferecer uma economia maior até do que motos de menor cilindrada. Com ela é fácil fazer 28 km/lt a 120 km/h na estrada. Motor liso, quase não vibra, principalmente em alta rotação, bom torque que facilita uso na cidade (não tem que ficar cambiando como na Ninja, que tem que fazer o motor gritar pra conseguir alguma resposta), além de uma velocidade final acima de 160 km/h que considero muito bom para o tamanho de seu motor. E dá pra levar uma acompanhante na garupa sem problemas. Além de linda, essa moto possui um farol espetacular, é melhor do que o do meu Gol G5. E o fato de ser monocilindríca não é problema, a futura Triumph 250 é mono, as KT 200 e 390 são mono, e a Kawasaki vai lançar uma Z 250 mono...isso mostra que esse tipo de motor pode ser top também, com certeza!

contras

Poucas coisas merecem crítica nessa moto. A lanterna traseira podia ser led, os números do painel digital são meio pequenos, e os suportes das manetes não deveriam ter um ressalto pra encaixe de retrovisores (cobertos por um plástico). E a tampa de combustível podia ser articulada.

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Menos de um ano
  • Tipo de Uso: Lazer
  • Terreno Testado: Urbano, Estrada
  • Quilometragem: 5500
  • Manutenção:
  • Custo de Mantenção:
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu recomendo!

Comentarios

pros

Econômica, baixo custo de manutenção, dentro do estilo oferece conforto, ótima de curvas .

contras

Não encontrei defeitos até agora !

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Menos de um ano
  • Tipo de Uso: Lazer
  • Terreno Testado: Urbano, Terra, Estrada, Pista
  • Quilometragem: 18
  • Manutenção: Fácil de encontrar
  • Custo de Mantenção: Normal
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu recomendo!

Comentarios

pros

Começando pelo que se espera de uma pequena moto: Economia - Excelente neste sentido... comigo tem dado entre 28 e 33km/l dependendo da tocada.
Sobre desempenho, é melhor que todas as 250 e 300 nacionais, e apresenta um comportamento bastante convincente à partir das 6000rpm (só não espere andar junto das bícilindricas de velocidade final). Esta moto permite viagens com tranquilidade dentro dos limites de velocidade das rodovias brasileiras - sem sustos - com reservas para ultrapassagens até os 150km/h, à partir disso progride lentamente.
Sobre suspensões e comportamento do chassis é muito boa, transmitindo total confiança e neutralidade, mesmo andando rapidamente em curvas e asfalto ondulado.
O conforto ao piloto é muito bom apesar do corpo levemente inclinado à frente, o banco é bom. Para o garupa o conforto é aceitável em percursos de até 150km.
O acabamento dá moto é excelente e muito superior às motos brasileiras de mesma cilindrada (carenagens, comandos, qualidade de construção de chassis, etc).

contras

Peças de reposição: São mais caras e difíceis de encontrar que as demais nacionais (leia-se Twister, Fazer, CB300, XRE, Tornado).
O conforto urbano em calçamento de pedras e buracos fica prejudicada pela suspensão de configuração mais esportiva, apesar de (na minha opinião) ser mais confortável que a CB300 e Twister(antiga).
Pena ter sido descontinuada pela Honda do Brasil.

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Menos de um ano
  • Tipo de Uso: Lazer
  • Terreno Testado: Estrada
  • Quilometragem: 3300
  • Manutenção: Dentro do esperado
  • Custo de Mantenção: Normal
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu recomendo!

Comentarios

pros

Prezados leitores e apaixonados por motos, fico impressionado com tanta ignorância de alguns pouco comentários negativos sobre a CBR 250R, se pararmos para observar são de pessoas que “deram umas voltas” chega a ser estupides.
Percebam que todos que já tiveram ou tem um CBR 250R é só elogios para a moto. Eu sou proprietário de uma a mais de um ano e estou muito satisfeito com ela, antes de compra-la estudei muito e pesquisei bastante. A Comet 250 e a Ninja 250 são motos excelentes, mas optei pela CBR 250R por ser uma moto que se adéqua perfeitamente ao que eu procurava, “uma moto estilosa (linda), econômica, segura, com ótimo desempenho no trânsito e de manutenção barata”.
Vou ao trabalho e volto todos os dias com ela e chama muita atenção por onde quer que eu passe, nunca me deu problemas ao logo desses mais de 14mil km rodados com ela, sua manutenção é fácil e barata, sua dirigibilidade é muito agradável e segura (dar prazer em pilotar), permitindo manobras rápidas entre os carros, seu torque é excelente até em baixas rotações. Para quem quer andar todos os dias com uma moto linda com cara de “motão” sem gastar rios de dinheiro com manutenção e consumo de combustível das 500cc pra cima, essa é a moto! Diga-se de passagem nas viagens que faço coloco 160km/h com tranquilidade e canso de dar pau em CR-300, deixo Ninja 250 pra trás na arrancada, mas ela me ultrapassa de fina rsrsrsrs.

contras

Não encontrei pontos negativos na moto que merecam ser evidenciados só é um pouco cara, mesmo agora em 2017, mas vale a pena cada centavo. A economia no combustível e na manutenção fazem a compensação.

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Mais de um ano
  • Tipo de Uso: Meio de Transporte
  • Terreno Testado: Urbano
  • Quilometragem: 30
  • Manutenção: Fácil de encontrar
  • Custo de Mantenção: Baixo
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu recomendo!

Comentarios

pros

Simplesmente um moto fantástica, quem tem uma certamente recomenda, o pessoalzinho ai que não recomenda , pode ver, só deram umas voltas. A moto cumpre tudo que promete. É claro que você não vai andar a 180 por hora, pra isso tem outros modelos. A moto é fácil de pilotar, econômica, venho trabalhar quase todo dia com ela, pega corredor com facilidade, fácil de manobrar, enfim, a moto é perfeita. Quem fala mal é porque não tem dinheiro pra comprar uma e ficou com inveja. rss
Mes Passado fiz uma viagem de 1800 km, ainda não tinha andado tão longe, pensei que iria me cansar, mas que nada, cheguei inteiro. Como o guidão é um pouco mais alto que as super esportivas, a posição de pilotar não deixa você cansado.

contras

Até agora não encontrei nada contra.

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Mais de um ano
  • Tipo de Uso: Lazer
  • Terreno Testado: Urbano, Estrada
  • Quilometragem: 16000
  • Manutenção: Fácil de encontrar
  • Custo de Mantenção: Normal
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu recomendo!

Comentarios

Sou proprietário da CBR 250R, satisfeitíssimo com a moto e todo o seu conjunto. O motor de 249cc entrega bom torque e garante acelerações condizentes com o trânsito, seja urbano, seja rodoviário. Uso ela para ir trabalhar. Seu consumo fica entre 18 e 22 km/l (tanque de 13 litros, atingi autonomia de 235km), mas depende da maneira que se anda. Eu geralmente vou mais forte. Vai muito bem nos corredores, nunca tive problemas. É ágil e chama a atenção por onde passa.

Anda mais que CB300 e Fazer. Sua velocidade final beira os 180km/h. Transmite bastante segurança, principalmente em curvas. Ao contrário do que muitos "haters" postam, seu motor nada tem a ver com a antiga Twister (talvez por analogia às 250cc), e tão pouco deixa a desejar. É uma moto que lhe sobe a adrenalina numa acelerada mais forte, dentro das limitações de uma 250cc, obviamente. Já fui proprietário de Fazer e Ténéré. Não me arrependo de ter optado pela CBR.

O banco é largo e confortável, ao contrário do banco "sela" da Ténéré e o "esponjoso" e cavado da Fazer. Uma moto que deveria ter emplacado, mas infelizmente vivemos num Brasil de ignorância e mal educado, onde pessoas se prestam a tecer comentários empíricos e até sem nexos. Comparar a CBR 250R com CG ou Twister? Seu preço alto é devido a importação e taxas.

pros

Bastante velocidade final, já bati os 177km/h.
Estabilidade, excelente em curvas.
Visual chamativo.
Pilotagem esportiva.
Freios.
Muito boa em uso urbano, mas sua praia são as rodovias!
Motor responde bem em retomadas, torque disponível.

contras

Pneus originais pecam um pouco.
Suspensão dura (por ser esportiva).

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Mais de um ano
  • Tipo de Uso: Utilitário (Trabalho)
  • Terreno Testado: Estrada, Pista
  • Quilometragem: 6800
  • Manutenção: Fácil de encontrar
  • Custo de Mantenção: Normal
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu não recomendo!

Comentarios

pros

NADA

contras

EU TENHO UMA CB 300 E ESSA CBR É UMA CB COM CARENAGEM QUALQUER BAIANO CONSEGUE FAZER ISSO ALE DISSO ELA TEM MAIS PESO E MENOS POTENCIA>>>> RSRRRRRRRRRRRRRSRSRSRSRRSRSRS

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Dei umas voltas
  • Tipo de Uso:
  • Terreno Testado: Estrada
  • Quilometragem: 0
  • Manutenção:
  • Custo de Mantenção:
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
Avaliação
Avaliou Honda CBR 250R
eu não recomendo!

Comentarios

É uma boa moto.. Mas por ser "HONDA", se valorizou muito. -Mas não vale o que custa!

pros

É uma CBR..- Pelo menos o Nome vem de uma linha super esportiva da Honda-. É lindinha -apesar da cor principal ser essa colorida com azul..-
Adoraria ter uma ou mesmo pilotar de novo!

Segue a ideia de que "Moto é Honda". -Com esse pensamento você compra uma moto 'Mais ou Menos' pagando o preço de uma moto muito mais satisfatória!

contras

Não vale o que custa!
-Quem compra, compra por desinformação.. Tem algum dinheiro e quer fazer um mimo a sí mesmo(ter uma CBR, ora! rs) ou não tem dó do seu dinheirinho!
Se eu ganhasse uma, ficaria put* feliz :D .. Mas comprar uma 250 de estilo sport... Vou de 2 cilindros! O preço é equivalente mesmo. -> Ninja 250/300

CONDIÇÕES DO TESTE

  • Tempo de uso: Dei umas voltas
  • Tipo de Uso: Meio de Transporte
  • Terreno Testado: Urbano, Estrada
  • Quilometragem: 0
  • Manutenção:
  • Custo de Mantenção:
satisfação geral
DIRIGIBILIDADE
VISUAL
CONSUMO
CONFORTO
CUSTO X BENEFÍCIO
PERFOMANCE
É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
Site Ramar Ventures

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.